Alimentos anti-inflamatórios: conheça os tipos que ajudam a reduzir inflamações

Existe uma grande variedade de alimentos que têm a capacidade de combater as inflamações do organismo

3 de junho de 2023 - às 21h05 (atualizado em 29/6/2023, às 22h26)

vários legumes misturados: brócolis, tomate, vagem, cenoura...
Crédito:

Envato

Escrito por

Margarida Chiarastelli

Redatora

Em 2021, o relatório global  produzido por agências da Organização das Nações Unidas (ONU) revelou que apenas 44,8% dos brasileiros se alimentam bem. O que deve servir para ligar um alerta, pois quando se trata de cuidar da saúde, a alimentação desempenha um papel crucial. 

No entanto, certos alimentos possuem propriedades anti-inflamatórias, proporcionando benefícios significativos para o organismo, como a capacidade de reduzir inflamações, promovendo uma melhora na saúde geral.

 

Alimentos anti-inflamatórios

Ômega-3

É um tipo de gordura benéfica encontrada em sementes e em peixes como salmão, atum, sardinha, cavala, arenque e truta, que são ricos nesse tipo de gordura. O ômega-3 é conhecido por sua capacidade de diminuir a produção de substâncias inflamatórias no corpo, o que pode auxiliar no alívio de sintomas relacionados à artrite, doenças cardíacas, psoríase e doença de Crohn. Além disso, sementes como chia e linhaça também são fontes de ômega-3.

Frutas e vegetais coloridos: 

Mirtilos, cerejas, morangos, espinafre, brócolis e pimentões são exemplos de alimentos coloridos que possuem propriedades anti-inflamatórias, sendo assim ótimos aliados nesse sentido. Esses alimentos são ricos em antioxidantes, que auxiliam na neutralização de radicais livres e na redução da inflamação no corpo. Além disso, eles são fontes valiosas de vitaminas, minerais e fibras, fortalecendo o sistema imunológico e reduzindo o risco de doenças crônicas, como problemas cardíacos, diabetes e alguns tipos de câncer.

Especiarias e ervas

Especiarias como açafrão-da-terra, gengibre, canela e alho possuem compostos especiais que contribuem para a redução da produção de substâncias inflamatórias no corpo. Além de seu poder anti-inflamatório, esses temperos adicionam sabor e aroma distintos aos pratos.

Gorduras saudáveis

Alimentos como abacate, azeite de oliva, nozes e amêndoas são fontes de gorduras saudáveis, como ácidos graxos monoinsaturados e ômega-3, sendo assim, grandes parceiros na manutenção da saúde no combate às inflamações, reduzido a produção de substâncias inflamatórias no corpo. Além disso, são opções saborosas para incluir na dieta diária.

Grãos integrais

Optar por grãos integrais, como aveia, quinoa e arroz integral, é uma ótima, inteligente e saudável escolha para substituir grãos refinados, como trigo branco. Os grãos integrais são ricos em fibras e possuem propriedades anti-inflamatórias, contribuindo para a redução da produção de substâncias inflamatórias no corpo. Além disso, eles fornecem nutrientes essenciais para uma boa saúde.

Chá verde

O chá verde contém antioxidantes, como as catequinas, que possuem a capacidade de reduzir a inflamação e proteger o corpo contra danos causados pelos radicais livres. Uma xícara de chá verde por dia pode ser uma adição benéfica e saudável à rotina diária.

Probióticos

Alimentos como iogurte natural, kefir e chucrute são ricos em probióticos, que são bactérias benéficas e que ajudam a equilibrar o funcionamento do intestino. Um intestino saudável desempenha um papel fundamental na resposta inflamatória do corpo, auxiliando na redução da inflamação. Além disso, esses alimentos podem melhorar a digestão e fortalecer o sistema imunológico.

Chocolate amargo

O chocolate amargo, além de muito saboroso, possui alto teor de cacau e contém flavonoides, antioxidantes com propriedades anti-inflamatórias. Consumido com moderação, o chocolate amargo pode auxiliar na redução da inflamação e promover a saúde cardiovascular. É recomendado optar por opções com maior teor de cacau, preferencialmente acima de 70%.

Óleo de coco

O óleo de coco contém ácido láurico, que possui propriedades anti-inflamatórias. Além disso, é composto por ácidos graxos de cadeia média, os quais são facilmente absorvidos pelo organismo e podem contribuir para a redução da inflamação.

Vegetais crucíferos

Vegetais crucíferos, como brócolis, couve-flor, repolho e rúcula, são ricos em compostos chamados glucosinolatos, que possuem propriedades anti-inflamatórias, o que os tornam grandes aliados contra processos inflamatórios. Esses vegetais também são excelentes fontes de vitaminas, minerais e fibras, contribuindo para uma dieta equilibrada.

 

Outros alimentos com propriedades anti-inflamatórias

  • Pimenta-do-reino: Contém uma substância chamada piperina, que possui propriedades anti-inflamatórias.
  • Romã: Rica em antioxidantes, incluindo os punicalaginas, que têm propriedades anti-inflamatórias. Além disso, a romã é uma excelente fonte de vitamina C e fibras.
  • Abacaxi: Rico em bromelina, uma enzima com propriedades anti-inflamatórias.
  • Cebola: Contém compostos anti-inflamatórios, como a quercetina.
  • Cerejas: Ricas em antocianinas, que têm propriedades anti-inflamatórias.
  • Açaí: Rico em antioxidantes, como antocianinas e vitamina E, que ajudam a combater a inflamação.
  • Vinho tinto: Consumo moderado é associado a benefícios para a saúde devido aos antioxidantes, como o resveratrol, que possui propriedades anti-inflamatórias.

Incorporar esses alimentos na dieta diária pode ajudar a reduzir quadros inflamatórios no organismo e promover uma melhor saúde a longo prazo. É muito importante consultar um profissional de saúde ou nutricionista para orientação personalizada em relação à sua dieta e necessidades individuais.

 

Consulte sempre um profissional sério! Aqui no Let’s Move! é possível encontrar um profissional perto de você ou on-line. Utilize a nossa busca!