Dieta para gestante: a importância da alimentação para a mamãe e o bebê

A gravidez é um período de intensas mudanças e necessidades nutricionais para a mulher, saiba quais são os alimentos adequados para se manter saudável 

9 de junho de 2023 - às 15h25 (atualizado em 28/11/2023, às 12h21)

mulher grávida comendo salada
Crédito:

Envato

Escrito por

Dayana Bonetto

Redatora Let's Move 360

Uma alimentação equilibrada e saudável desempenha um papel crucial durante a gestação, fornecendo os nutrientes essenciais tanto para a mãe quanto para o desenvolvimento saudável do bebê, visto que o fornecimento desses nutrientes através da dieta materna é essencial para o desenvolvimento adequado do feto, a formação de órgãos, tecidos e sistemas do corpo, além de garantir a saúde e a vitalidade da mãe.

A alimentação deficiente é um dos principais fatores que causam anemia em gestantes e é considerado um problema de saúde pública no Brasil. Segundo pesquisa da UnB (Universidade de Brasília) divulgada neste ano, a predominância da anemia entre as gestantes do país é de 23%. O estudo analisou trabalhos publicados entre 1974 e 2021, e contemplou todas as regiões do país. A pesquisa considerou 12.792 grávidas, nos três trimestres gestacionais, com idades entre 10 e 49 anos.

Natashe Nassif, nutricionista, especialista em saúde da mulher, nutrição estética, funcional e alimentação infantil, afirma que o ideal é a mulher ter uma alimentação balanceada, com quantidades ideais de macros e micros nutrientes. “É necessário um aumento no aporte calórico, mas não é necessário comer por dois, as quantidades são calculadas individualmente, depende do peso da mulher antes da gestação, se estava em eutrofia, obesidade, sobrepeso ou baixo peso, se existe alguma comorbidade, cada caso deve ser  avaliado individualmente”, explica a nutricionista.

 

Nutrientes necessários

Durante a gestação, é crucial garantir a ingestão adequada de alguns nutrientes, mas é bom lembrar que cada mulher é única, e as necessidades nutricionais podem variar durante a gestação. É importante ressaltar que a orientação de um profissional de saúde, como um nutricionista ou médico obstetra, é fundamental para um plano alimentar adequado e seguro para a gestante. Eles poderão personalizar as orientações nutricionais de acordo com as necessidades individuais e possíveis condições médicas pré-existentes.

Ácido fólico

Presente em vegetais folhosos verde-escuros, feijões, laranjas e grãos integrais. O ácido fólico ajuda na formação do tubo neural do feto e na prevenção de defeitos congênitos.

Ferro

Encontrado em carnes magras, peixes, leguminosas e folhas verdes. O ferro auxilia na produção de glóbulos vermelhos e na prevenção da anemia tanto na mãe quanto no bebê.

Cálcio

Presente em leite, queijos, iogurte, tofu e vegetais verdes. O cálcio é essencial para a formação dos ossos e dentes do bebê.

Proteínas

Encontradas em carnes magras, ovos, laticínios, leguminosas e grãos. As proteínas são fundamentais para a construção dos tecidos do bebê e para o crescimento adequado da placenta.

Ômega-3

Encontrado em peixes de água fria, como salmão e sardinha, além de linhaça e chia. O ômega-3 ajuda no desenvolvimento cerebral e visual do bebê.

 

Dieta para gestante

Durante a gestação, é recomendado realizar refeições equilibradas ao longo do dia, com intervalos regulares. Além das refeições principais, é importante fazer lanches saudáveis, como frutas, iogurte, castanhas e barras de cereais integrais. Essas opções ajudam a manter os níveis de energia, controlam o apetite e fornecem nutrientes essenciais.

Natashe orienta as gestantes a ter um prato completo, com todos os grupos alimentares, mas que caso isso não seja possível, o ideal é caprichar nas proteínas tanto de origem animal (carnes, aves, peixes e ovos) quanto as de origem vegetal (feijões, grão de bico. lentilha, ervilha, tofu orgânico, entre outros) e os vegetais verde escuro, que são fonte de folatos (vitamina B9).

 

Cuidados a se tomar

A nutricionista explica que o ideal é que uma gestante se alimente bem, pratique atividade física (se for possível) e descanse. Além disso, durante toda a gestação é importante tomar cuidado ao consumir alimentos crus fora de casa, frutas, verduras e legumes precisam ser higienizados com hipoclorito por conta da toxoplasmose. 

“Outro grande transmissor da toxoplasmose é a carne vermelha mal passada. O sushi/sashimi pode ser consumido desde que seja em um restaurante que realmente tenha uma boa higiene, se for em um local limpo, o peixe cru pode ser consumido sem problemas”, afirma Natashe.

Importância da hidratação

A hidratação também é fundamental durante a gravidez. Recomenda-se beber bastante água, cerca de 8 a 10 copos por dia, para ajudar no transporte de nutrientes, na eliminação de resíduos e na prevenção da constipação.

Suplementação

Em alguns casos, o médico pode recomendar suplementos vitamínicos ou minerais para garantir a ingestão adequada de nutrientes durante a gestação. No entanto, a suplementação deve ser feita apenas sob orientação médica, uma vez que o excesso de certos nutrientes também pode ser prejudicial.

 

Coloque em prática

Uma alimentação saudável durante a gestação desempenha um papel crucial na saúde da mãe e no desenvolvimento adequado do bebê. Garantir uma dieta equilibrada, rica em nutrientes essenciais, é essencial para promover uma gestação saudável. Deve-se lembrar sempre de buscar orientação profissional para adaptar a dieta às necessidades individuais.

A nutricionista explica que se tiver que priorizar um nutriente, as proteínas são fundamentais, mas que o ideal é sempre ter um prato completo com todos os grupos alimentares e ter também um suplemento vitamínico, de preferência manipulado, prescrito de forma personalizada com as necessidades reais de cada gestante.

Por fim, Natashe deixa conselhos para as mulheres que estão passando por essa fase tão especial. “Se alimente bem, com comida de verdade, tenha um prato colorido, foque na qualidade dos alimentos e não nas calorias, faça atividade física, durma bem, não utilize suplementos vitamínicos prontos de farmácia, procure um nutricionista para te acompanhar e fazer a prescrição das suas vitaminas gestacionais com o que realmente é necessário e nas quantidades ideais, se cerque de pessoas que te façam bem, tenha uma gestação leve e feliz”.

 

Consulte sempre um profissional sério! Aqui no Let’s Move! é possível encontrar um profissional perto de você ou on-line. Utilize a nossa busca!