Produtos de beleza sustentáveis: escolhas conscientes para um futuro melhor

Descubra a importância crescente de produtos sustentáveis e como escolhas conscientes impactam o meio ambiente

20 de março de 2024 - às 18h13 (atualizado em 20/3/2024, às 18h17)

Escrito por

Dayana Bonetto

Redatora Let's Move 360

No universo dos produtos de beleza, a busca por alternativas sustentáveis tem crescido. Consumidores estão mais conscientes sobre a importância de escolher itens que não agridam o meio ambiente. De acordo com dados da Technavio, o mercado de cosméticos naturais e veganos pode alcançar quase R$ 18 bilhões até 2024. A mudança de foco está nos produtos convencionais com substâncias químicas que demoram muito tempo para sumir e que são conhecidas como Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs). Segundo Susi Uhren, especialista em gestão ambiental e gerenciamento de resíduos, esses componentes não só demoram para se decompor na natureza, mas também se acumulam no corpo humano.

Uhren explica que o que classifica um produto de beleza como sustentável é como ele é feito. “Para ser considerado assim, a retirada de matéria-prima da natureza, para sua fabricação, precisa ser controlada, de modo que as espécies tenham condições de se regenerar. É necessário considerar a relação de tais espécies com o seu meio ambiente, de modo que não altere os ciclos naturais. Além disso, a produção deve visar a menor geração de resíduos e detritos, buscando um impacto ambiental reduzido”, esclarece.

Além disso, ela ressalta que as embalagens também são parte significativa dos impactos ambientais promovidos pela indústria dos cosméticos. “A adoção de embalagens sustentáveis, feitas de materiais recicláveis, biodegradáveis ou compostáveis, é uma prática sustentável importantíssima. E em relação ao consumo, produtos de beleza sustentáveis muitas vezes são projetados para minimizar o desperdício. Isso inclui embalagens recarregáveis, produtos duráveis e estratégias que incentivam os consumidores a reduzirem o consumo excessivo”, pontua. 

Produtos sustentáveis versus produtos convencionais 

Para Uhren, a diferença entre os produtos sustentáveis e os considerados normais é justamente a preocupação com o meio ambiente e seus impactos, além de considerar o nosso próprio bem-estar. “Empresas sustentáveis geralmente têm uma visão a longo prazo, considerando os impactos de suas decisões nas gerações futuras. Elas reconhecem a importância da sustentabilidade para a continuidade dos negócios. Por sua vez, os consumidores também estão cada vez mais conscientes das práticas sustentáveis, o que tem levado muitas empresas a incorporarem esses princípios em suas operações para atender às expectativas do mercado e contribuir para um futuro mais sustentável”, salienta. 

A relação dos consumidores e produtos de beleza sustentáveis

Para Sérgio Marone, ator, ambientalista e fundador da Tukano, empresa de produtos de beleza 100% sustentáveis, as  pessoas estão dando mais importância para escolhas conscientes no consumo. “O tempo todo fazemos escolhas e temos a oportunidade de optar por um futuro melhor, assegurando mais saúde, por exemplo, ao escolher um desodorante em barra 100% natural, vegano, livre de testes em animais, que não prejudica a saúde”, indica. Marone completa:  as pessoas estão enxergando cada vez mais o valor nesse tipo de produto, e sim, a demanda está aumentando cada vez mais, e isso no mundo inteiro não tem como ser diferente para a gente se salvar enquanto humanidade nesse planeta”. 

Desafios das empresas com produtos de beleza sustentáveis

De acordo com Marone, no Brasil, ainda é uma inovação produzir cosméticos sustentáveis. “Poucas marcas, inclusive as centenárias, adotaram essa prática. O produto em barra, por si só, é uma opção mais sustentável, garantindo um futuro melhor ao consumir menos água em sua composição, cerca de 70% a menos. Além disso, dispensa embalagens plásticas, contribuindo para reduzir impactos ambientais”, pontua.

Ele salienta que as empresas enfrentam desafios significativos ao adotar práticas sustentáveis na indústria de beleza. “A competição com grandes marcas que ainda não priorizam a sustentabilidade é uma barreira considerável. Muitas mantém altas margens de lucro, investem pesadamente em marketing, mas têm pouca responsabilidade social e ambiental”, enfatiza.

A resistência do mercado a produtos mais caros, como embalagens sustentáveis, também é uma preocupação, segundo Marone.  Apesar disso, algumas empresas buscam superar esses desafios, apostando na conscientização do público sobre a importância de escolhas sustentáveis para garantir um futuro melhor para todos.

Consulte sempre um profissional sério! Aqui no Let’s Move 360 é possível encontrar um profissional perto de você ou on-line. Utilize a nossa busca!